600 mil turistas devem visitar Alagoas nesta temporada
   Severino  Carvalho  │     9 de janeiro de 2018   │     8:57  │  0

Quantitativo é 12% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o número de turistas que visitaram Alagoas foi 530 mil (Foto: Kaio Fragoso)

Levantamento da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) aponta que, entre 01 de dezembro de 2017 e 28 de fevereiro de 2018, cerca de 600 mil turistas devem visitar as terras alagoanas. Os números desta alta temporada devem superar os da anterior.

O quantitativo é 12% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o número de turistas que visitaram Alagoas foi 530 mil.

Levantamento do Maceió Conventions Visitours & Bureau revela que os turistas costumam permanecer em média por sete dias em terras alagoanas, gastando cerca de R$ 250 por dia. Levando isto em consideração, a expectativa é que mais de 1 bilhão de reais sejam incrementados à economia alagoana pelo turismo nesta alta temporada.

À frente da Sedetur, o secretário Rafael Brito conta que esse crescimento é resultado direto da expansão da malha aérea do Estado.

“O Governo de Alagoas vem se empenhando desde o início da gestão Renan Filho em expandir a malha aérea. Com a redução do ICMS sobre o combustível de aviação (QAV) de 17 para 12% conseguimos avançar muito nesse quesito. Somente nesta alta temporada são mais de 600 voos extras, trazendo todos esses turistas para os nossos destinos turísticos. Além disso, durante o ano realizamos uma série de ações de promoção e divulgação do destino, como participação em feiras nacionais e internacionais e capacitação de agentes de viagens brasileiros e estrangeiros”, conta o secretário Rafael Brito.

Ainda segundo o secretário, os números demonstram o quanto o turismo é uma das principais matrizes econômicas de Alagoas.

“Mais de um bilhão de reais fomentando a economia não é pouca coisa, principalmente em um cenário onde muitos Estados passam por dificuldades financeiras. O turismo já é a segunda matriz econômica de Alagoas e cresce em direção à liderança desse pódio. Somente com as festas de réveillon, por exemplo, cerca de 100 milhões de reais foram incrementados à nossa economia, gerando emprego para mais de 3.500 alagoanos”, explica.


Fonte: Sedetur

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *