Maragogi e Japaratinga registram 93% de ocupação hoteleira neste feriadão
   Severino  Carvalho  │     1 de novembro de 2015   │     9:53  │  0

Maragogi panorâmica, ao Norte

Maragogi, no Litoral Norte de Alagoas, registra 96% de ocupação hoteleira (Foto: Severino Carvalho)

Dois dos principais destinos turísticos do Litoral Norte de Alagoas, Maragogi e Japaratinga registram 93% de ocupação hoteleira neste feriado prolongado, que começou na sexta-feira (30) e só termina nesta segunda-feira (2), “Dia de Finados”. A taxa média de ocupação supera a marca verificada no último feriadão, que foi de 90%.

Os dados são do Costa dos Corais Convention & Visitors Bureau (CCC&VB). De acordo com a instituição, que reúne empresas integrantes do trade turístico do Litoral Norte de Alagoas, a taxa média de ocupação em Maragogi para este feriado prolongado é de 96% e de Japaratinga, 93%.

Pacotes ofertados pelos hotéis e pousadas foram formatados para duas e três diárias. Ainda de acordo com o CCC&VB, o mês de outubro teve como principais mercados emissores à Costa dos Corais alagoana, as regiões: Sul, Sudeste e Nordeste (PE, AL, PB, SE e CE).

A maioria dos turistas que desembarcaram no Litoral Norte de Alagoas é procedente da região Nordeste. “A maior parte é público regional. Nesses Estados, a exemplo de Alagoas, o Dia do Servidor Público foi transferido da quinta para a sexta-feira, o que motivou as pessoas a viajarem. Por outro lado, a alta do dólar continua a favorecer o turismo interno no Brasil”, avaliou o diretor-executivo do CCC&VB, Leandro Lira.

Projeção

O turismo pode acrescentar, neste feriado prolongado, cerca de R$ 2,6 bilhões à economia do País, com quase dois milhões de viagens nos três dias de folga dos brasileiros. A projeção é do Ministério do Turismo (MTur).

Ainda de acordo com o Ministério, esta é a segunda maior movimentação entre os seis feriados nacionais estendidos no calendário de 2015, que desconsidera o Carnaval, a Semana Santa, o Natal e o Réveillon, que são feriados estendidos, porém previstos todos os anos. Apenas a região Sudeste responde por 707 mil viagens e R$ 816,8 milhões de movimentação.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *