Monthly Archives: novembro 2015

Pousada em Maragogi faz 25 anos e mantém clientes desde a sua fundação
   Severino  Carvalho  │     23 de novembro de 2015   │     19:20  │  0

Vista da pousada Barra Velha ao entardecer (Foto: divulgação)

Vista da pousada Barra Velha ao entardecer (Foto: divulgação)

Uma das pousadas mais tradicionais de Maragogi, a Barra Velha completou, no dia 15 de novembro, 25 anos de fundação. Clientes e funcionários festejaram a data num grande congraçamento, animado pelo DJ Deco Melo. Instalada na praia de Peroba, a Barra Velha se consolidou por ser um estabelecimento hoteleiro tipicamente voltado ao sossego e à diversão em família.

A pousada preserva hóspedes habituais desde 1990, mantendo o padrão de qualidade e um grau de satisfação que já lhe renderam prêmios. O casal Marcondes Maurício, 71, e Lilian Meyer de Albuquerque, 66, se hospeda na Barra Velha desde a sua fundação.

“É difícil você chegar aqui e não sentir aquela alegria e aquela vontade de voltar. Durante o ano, venho de três a quatros vezes. O São João, a gente não perde. Há quatro anos, comemoro aqui meu aniversário, o aniversário dos meus filhos, o de casamento. Sempre que temos uma oportunidade, estamos aqui. Até quando eu tenho problema de ordem pessoal, eu venho pra cá, porque aqui eu esqueço de todos os meus problemas”, declarou Lilian Meyer, que é esteticista.

Ela e o marido foram homenageados durante a festa dos 25 anos da Barra Velha. As homenagens foram prestadas pelo casal Luiz Cláudio Gonçalves, o “Lula”, e Adriana Gomes, proprietários da pousada.

“Nossa responsabilidade é muito grande, porque nossos hóspedes dizem que aqui se sentem em casa. Então, temos que manter nosso padrão de qualidade e fazer com eles se sintam, verdadeiramente, em casa”, afirmou Lula.

Momentos da festa dos 25 anos da Pousada Barra Velha (Fotos: Severino Carvalho)

Momentos da festa dos 25 anos da Barra Velha: Lula presta homenagem à casal Marcondes e Lilian; funcionários da pousada; clientes e colaboradores dançam ciranda e Lula e Adriana cortam o bolo (Fotos: Severino Carvalho)

Adriana recorda que a pousada foi inaugurada com apenas quatro unidades habitacionais (UHs) e só funcionava nos finais de semana. Um ano depois, teve início o processo de expansão. Vieram os chalés com sala, quarto e banheiro. Ali, a Barra Velha já delineava o ambiente que agradaria e consolidaria seu público fiel.

Pensando na família, os bangalôs foram construídos com cozinhas compactas. “Os pais, mesmo contando com o restaurante da pousada, tinham o suporte da cozinha para preparar as refeições dos seus pequenos”, observou Adriana.

Na atualidade, a Barra Velha conta com 18 chalés e 11 suítes. E quem pensa que a pousada parou no tempo se engana. A rede Wi-Fi foi expandida para todos os ambientes. “E eu que quase não voltava mais porque, na primeira vez em que fiquei hospedada, nem televisão tinha nos quartos”, recordou dona Lilian, que não abre mão do conforto.

Momentos

Festa dos 25 anos da Pousada Barra Velha foi animada pelo DJ Deco Melo (Fotos: Severino Carvalho)

Na atualidade, todas as acomodações passam por uma manutenção geral, com vistas à alta estação turística, que se avizinha. Serão instalados um redário de frente para o mar, uma nova área de lazer e um parque infantil.

A pousada conta com 37 funcionários fixos que recebem treinamentos periódicos e ainda participam dos lucros da empresa. “Se a empresa cresce, nossos colaboradores estão crescendo juntos. Nada mais justo, pois vestiram a camisa e são de fato nosso maior patrimônio”, destacou Adriana.

Na área ambiental, a Barra Velha realiza, diariamente, a limpeza da praia de Peroba. Todo o lixo é coletado e os recicláveis, reaproveitados. Garrafas, por exemplo, são usadas na decoração dos ambientes. O óleo de cozinha é coletado e entregue a uma organização não-governamental (Ong) que o reaproveita.

“Implantamos o sistema de compostagem e já temos cerca de 500 Kg de adubo para recuperar os jardins da pousada. Instalamos lâmpadas led em toda a área externa e estamos trocando as externas também, visando a economia de energia elétrica”, acrescentou.

Pelo segundo ano consecutivo, a Barra Velha recebeu o certificado de excelência do Tripadvsior pelas instalações e pelo restaurante, que passou a atender o público externo, por meio de reservas.

>Link  

Com tudo! Salinas do Maragogi é eleito o melhor resort da América do Sul
   Severino  Carvalho  │     10 de novembro de 2015   │     20:40  │  0

Resort Salinas localizado em Maragogi, Litoral Norte de Alagoas (Foto: divulgação)

Resort Salinas localizado em Maragogi, Litoral Norte de Alagoas (Foto: divulgação)

O Salinas do Maragogi é o melhor resort com tudo incluído da América do Sul. É o que aponta o Travelers’ Choice 2015, premiação concedida pelo TripAdvisor, o maior site de viagens do mundo.

“Foi uma vibração muito grande de todos aqui na empresa quando recebemos a notícia. É um reconhecimento que a gente sabe que é verdadeiro porque as opiniões são daqueles que usufruíram de nossos serviços e acomodações”, festejou o gerente-geral do Salinas do Maragogi All Inclusive Resort, Ricardo Almeida.

O TripAdvisor mede a satisfação dos clientes que se hospedam nos estabelecimentos hoteleiros pesquisados em todo o mundo e atribuem notas aos serviços e acomodações, compartilhando experiências.

Na categoria “Hotéis para Famílias” do Travelers’ Choice 2015, o Salinas ficou em terceiro lugar no ranking dos 25 melhores do Brasil.

Ocupação

A excelência do Salinas se reflete na procura pelo resort, localizado no coração de Maragogi, Litoral Norte alagoano. Mesmo num período de instabilidade econômica vivida pelo País, a expectativa para este ano é de que o hotel termine 2015 com uma ocupação média de 93%, cinco pontos percentuais a mais do que o registrado em 2014. Para os primeiros três meses de 2016 a ocupação do resort já soma 95%.

“Hoje, a quantidade de reservas fechadas para março de 2016 é o dobro do que tínhamos em setembro do ano passado para março de 2015. Além disso, já não temos mais disponibilidade para períodos como Carnaval. As pessoas estão antecipando suas reservas”, destaca o gerente de Marketing do Grupo Salinas de Hotéis e Resorts, Fernando Holanda.

>Link  

Maragogi e Japaratinga registram 93% de ocupação hoteleira neste feriadão
   Severino  Carvalho  │     1 de novembro de 2015   │     9:53  │  0

Maragogi panorâmica, ao Norte

Maragogi, no Litoral Norte de Alagoas, registra 96% de ocupação hoteleira (Foto: Severino Carvalho)

Dois dos principais destinos turísticos do Litoral Norte de Alagoas, Maragogi e Japaratinga registram 93% de ocupação hoteleira neste feriado prolongado, que começou na sexta-feira (30) e só termina nesta segunda-feira (2), “Dia de Finados”. A taxa média de ocupação supera a marca verificada no último feriadão, que foi de 90%.

Os dados são do Costa dos Corais Convention & Visitors Bureau (CCC&VB). De acordo com a instituição, que reúne empresas integrantes do trade turístico do Litoral Norte de Alagoas, a taxa média de ocupação em Maragogi para este feriado prolongado é de 96% e de Japaratinga, 93%.

Pacotes ofertados pelos hotéis e pousadas foram formatados para duas e três diárias. Ainda de acordo com o CCC&VB, o mês de outubro teve como principais mercados emissores à Costa dos Corais alagoana, as regiões: Sul, Sudeste e Nordeste (PE, AL, PB, SE e CE).

A maioria dos turistas que desembarcaram no Litoral Norte de Alagoas é procedente da região Nordeste. “A maior parte é público regional. Nesses Estados, a exemplo de Alagoas, o Dia do Servidor Público foi transferido da quinta para a sexta-feira, o que motivou as pessoas a viajarem. Por outro lado, a alta do dólar continua a favorecer o turismo interno no Brasil”, avaliou o diretor-executivo do CCC&VB, Leandro Lira.

Projeção

O turismo pode acrescentar, neste feriado prolongado, cerca de R$ 2,6 bilhões à economia do País, com quase dois milhões de viagens nos três dias de folga dos brasileiros. A projeção é do Ministério do Turismo (MTur).

Ainda de acordo com o Ministério, esta é a segunda maior movimentação entre os seis feriados nacionais estendidos no calendário de 2015, que desconsidera o Carnaval, a Semana Santa, o Natal e o Réveillon, que são feriados estendidos, porém previstos todos os anos. Apenas a região Sudeste responde por 707 mil viagens e R$ 816,8 milhões de movimentação.

>Link