Hoteleiros da Costa dos Corais se reúnem com novo comandante
   Severino  Carvalho  │     12 de fevereiro de 2015   │     18:55  │  0

Empresários discutem a segurança pública com o novo comandante do 6° BPM (Foto: Severino Carvalho)

Empresários discutem segurança pública com o novo comandante do 6° BPM (Foto: Severino Carvalho)

Circulação de veículos automotores nas praias, carência de efetivo, pertubação do sossego alheio. Esses foram alguns dos assuntos discutidos entre representantes do Costa dos Corais Convention & Visitors Bureau (CCC&VB) e o novo comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM), tenente-coronel Edmundo Filho.

O encontro, ocorrido no resort Salinas do Maragogi, serviu para o trade turístico do segundo maior polo hoteleiro de Alagoas dar as boas-vindas ao oficial, mas também para apresentar uma pauta de reivindicações com vistas ao melhoramento da segurança pública em todo o Litoral Norte de Alagoas.

“Sempre que há essa mudança de comando, a gente vem dar as boas-vindas. Estamos aqui não só para cobrar, mas também para colaborar no que for necessário e estiver a nosso alcance, como fizemos em outras oportunidades. Turismo sem segurança não existe”, disse a presidente do CCC&VB, Vergínia Stodolni, em entrevista ao jornal Gazeta de Alagoas, edição desta quinta-feira (12).

Dentre os pontos apresentados, o CCC&VB demonstrou preocupação com o efetivo reduzido do 6º Batalhão, responsável pelo policiamento ostensivo de oito municípios da região Norte do Estado e com a falta de um canal de comunicação direto entre a sociedade e a corporação.

A entidade que representa o trade turístico da Costa dos Corais cobrou um melhor monitoramento da orla de Maragogi, Japaratinga e da Rota Ecológica, que reúne os municípios de Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres e Passo do Camaragibe, sobretudo para coibir o tráfego de veículos automotores nas praias, um problema crônico na região e que afeta diretamente o turismo.

Outra preocupação do CCC&VB é com relação aos casos de perturbação do sossego alheio provocados por proprietários de equipamentos de som (residencial ou automotivo). O trade cobrou uma ação mais enérgica para coibir esta contravenção penal muito frequente nos balneários turísticos do Litoral Norte de Alagoas. Por fim, o trade cobrou a reativação dos conselhos municipais de Segurança Pública.

“Se não cuidarmos dessas demandas, todo o planejamento do setor turístico e hoteleiro pode ficar comprometido”, observou o diretor executivo do CCC&VB, Leandro Lira. Participaram ainda do encontro o gerente-geral do resort Salinas, Ricardo Almeida, e o colaborador do Convention, Bruce Jay.

O comandante do 6º BPM, que assumiu a corporação no dia 3 de fevereiro, disse que vai se reunir com os oficiais e analisar a pauta apresentada pelo trade hoteleiro. “Vamos discutir pontualmente cada item para saber como poderemos agir com base nas reivindicações que foram apresentadas aqui”, disse o tenente-coronel.

Reforço

Sobre o efetivo reduzido da corporação, ele falou que precisa ser otimizado. “Temos que ver onde está cada policial, à disposição de quem, se está no administrativo… O efetivo do 6º Batalhão, ao meu ver, olhando a relação de destino, não é dos piores. Vamos verificar para ver o que está acontecendo”, garantiu Edmundo Filho.

Para o carnaval, o 6º BPM receberá, nesta sexta-feira (13), o reforço de 30 policiais enviados pelo Comando Geral da PM. A tropa, que sai de Maceió, desembarca na sede da corporação, em Maragogi, e será distribuída pelos municípios onde haverá festejos de momo.

Tags:

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *