Missão Maragogi fortalece o turismo rural em Alagoas e Roraima
   Severino  Carvalho  │     28 de agosto de 2014   │     17:54  │  0

Trilha do Visgueiro, uma das atrações do Núcleo do Turismo Rural de Maragogi (Foto: Severino Carvalho)

Trilha do Visgueiro, uma das atrações do Núcleo do Turismo Rural de Maragogi (Foto: Severino Carvalho)

Promover a troca de experiências entre os protagonistas do turismo rural de Alagoas e de Roraima. Este é o objetivo da Missão Maragogi, promovida pelo Sebrae dos dois Estados, em parceria com o Costa dos Corais Convention & Visitors Bureau (CCCVB) e Cooperativa dos Pequenos Agricultores Organizados (Coopeagro).

O evento foi iniciado na terça-feira (26) com uma visita técnica à Fazenda Lavragem e ao Engenho Genipapo, que integram o Núcleo do Turismo Rural de Maragogi.

“Objetivo é fazer com que o turismo rural nesses dois pontos tão distintos seja um produto realmente reconhecido como um produto de mercado. A experiência lá é mais recente. Podemos dizer que a experiência aqui (Maragogi) é exitosa e que juntas podem transformar o País famoso na ruralidade”, avaliou Andreia Roque, consultora do Instituto de Desenvolvimento do Turismo Rural e Equestre (Idestur).

Maragogi, no Litoral Norte de Alagoas, faz parte do seleto time de 24 roteiros turísticos nacionais que integram o Programa Talentos do Brasil Rural. Criado em outubro de 2009, o Programa é resultado do Acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério do Turismo (Mtur), o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Sebrae.

Foi dessa forma que nasceu o Núcleo do Turismo Rural de Maragogi. São três os produtos oferecidos que misturam ecoturismo, agroturismo e história. “Nesse sentido é uma economia que se espalha numa forma de rede, favorecendo todo mundo que trabalha e tem algum produto para oferecer na área rural”, destacou a colaboradora da Coopeagro, missionária Mirian Zendrom.

A proposta inova ao estabelecer novos roteiros numa cidade onde a atividade turística é lastreada apenas no turismo de sol e mar.

“A gente esta vindo visitar Maragogi através de uma recomendação da consultora Andreia Roque. Umas das ações são as realizações das missões técnicas a destinos que a gente acha que tenha alguma semelhança e que possa contribuir conosco, num troca de informações”, explicou Hélio Zanona, do Sebrae de Roraima.

De acordo com ele, o turismo rural se desenvolve naquele Estado em dez pequenas propriedades, a maioria em fase inicial de estruturação. “Estamos na etapa de capacitação do projeto, tanto na área de atendimento, de cooperativismo, como na formação e administração de preços. Vamos nos preparar para que em 2015 possamos entrar numa fase de promoção, com todo mundo preparado, as comunidades sinalizadas”, almeja.

Andréa esteve em Maragogi para acompanhar evolução do programa (Foto: Carlos Rosa)

Andreia Roque aposta na troca de informações entre os dois destinos para fortalecer o turismo rural no Brasil  (Foto: Carlos Rosa)

A Missão Maragogi prosseguiu na quarta-feira (27) com a realização da Trilha do Visgueiro num remanescente de mata atlântica do Assentamento Água Fria, atrativo que deu origem ao Núcleo de Turismo Rural de Maragogi. Os participantes também conheceram o artesanato produzido pela Associação Mulheres de Fibra.

À tarde, houve apresentação na sede da Coopeagro sobre as experiências vivenciadas em Maragogi e em Roraima. Nesta quinta-feira (28), a Missão fez visita técnica ao Assentamento Bom Jesus. Uma reunião do grupo de empresários de Roraima e técnicos da Missão foi promovida para avaliar a atividade e identificar as metas a serem cumpridas.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *