Japaratinga ganha piscina natural autorizada pelo ICMbio
   Severino  Carvalho  │     3 de dezembro de 2013   │     12:09  │  3

Piscina natural de Japaratinga fica a poucos metros da costa (Fotos: divulgação)

Piscina natural de Japaratinga fica a poucos metros da costa (Fotos: divulgação)

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) inicia, este mês, o estudo de capacidade de carga para definir uma área voltada à visitação turística nos recifes costeiros de Japaratinga, no Litoral Norte de Alagoas.

Popularmente conhecidas como piscinas naturais, esses ecossistemas já são explorados comercialmente em Maragogi e Paripueira, mas de forma regrada pelo ICMbio, uma vez que integram a maior unidade de conservação marinha do Brasil, a Apa Costa dos Corais.

Segundo o chefe da Apa Costa dos Corais, Paulo Roberto Corrêa, a ideia é que a piscina natural de Japaratinga passe a operar legalmente entre janeiro e fevereiro de 2014 por pessoas físicas ou jurídicas autorizadas pelo ICMbio e prefeitura municipal.

No passado, a área já fora explorada comercialmente de forma clandestina. O estudo de capacidade a que se refere o ICMbio define o número máximo permitido de visitantes diários nas piscinas naturais autorizadas pelo órgão federal ao longo da Unidade de Conservação. O objetivo é evitar o excesso de banhistas e consequentes danos ambientais, a exemplo do pisoteio de corais, estruturas vivas e frágeis.

O chefe da Apa lembrou que para criar o espaço de visitação, o município costeiro precisa atender algumas exigências, a exemplo da criação do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) e da definição de zonas de preservação da vida marinha, que são áreas onde só é permitida a pesquisa científica. Segundo a Associação dos Empreendedores do Turismo de Japaratinga (Aejatur), o Comdema foi criado e já está operando há três meses.

“As zonas de preservação são áreas de proteção integral, onde não se pode mexer, onde não será permitida nenhuma atividade, além de pesquisas cientificas autorizadas pelo ICMBio. Temos experiências como em Tamandaré (PE), onde existe uma área fechada há 13 anos e que repovoa os ecossistemas adjacentes, exportando larvas, peixes e corais para outros ambientes, contribuindo para a diversidade da vida marinha”, explicou Corrêa.

Estudo de capacidade vai definir número máximo de visitantes na piscina natural de Japaratinga

Estudo de capacidade vai definir número máximo de visitantes na piscina natural de Japaratinga

A criação da piscina natural de Japaratinga foi anunciada durante o 1º Seminário de Turismo Sustentável da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, realizado em Maragogi. Corrêa revelou, entretanto, que o ICMbio vem recebendo diversas denúncias acerca de passeios comerciais irregulares realizados por operadores não credenciados e em piscinas naturais não autorizadas pelo órgão de controle.

“Temos relatos de passeios irregulares em Ponta de Mangue e Barretinha (áreas de Maragogi), portanto estão passíveis à multa e à apreensão das embarcações. Vamos montar operações de fiscalização e agir. O turista que contratar um serviço clandestino pode ter o passeio encerrado antes do fim”, alertou o chefe da Apa Costa dos Corais.

Ele lembrou, ainda, que ao longo de toda a Unidade de Conservação estão autorizadas, por enquanto, passeios comerciais às piscinas naturais de Maragogi (Galé, Taoca e Barra Grande), Paripueira e São José da Coroa Grande (PE). Só em Maragogi, a estimativa é de que 200 mil turistas visitem as piscinas naturais por ano.

Fonte: Sucursal Maragogi, Gazeta de Alagoas

Tags:,

>Link  

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Alexsandra Rocha

    Meus parabens ao ICMBio,a prefeitura de Japaratinga na pessoa de Newberto Neves,e a nos empresarios pela iniciativa DE JUNTAMENTE COM O PREFEITO BUSCAR AO ORGAO RESPONSAVEL(ICMBIO)e tornar legal a visitaçao as piscinas naturais de Japaratinga,so assim podemos usa-la de forma sustentavel e garantir sua preservaçao as futuras geraçoes!!! PARABENS JAPARATINGA!!!

    Reply
  2. Alexsandra Rocha

    Meu parabens ao ICMBio e a prefeitura mun de Japaratinga na pessoa de Newberto Neves,pela iniciativa de tornar legal a visitaçao que ja vem ocorrrendo nas nossas piscinas! Sao os resultados de todos os nossos esforços em busca-los e unificar nossos objetivos que é usufruir do turismo local de forma sustentavel!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *