Senador promete se engajar para viabilizar obras na Costa dos Corais
   Severino  Carvalho  │     6 de abril de 2013   │     11:23  │  0

Encontro com prefeitos e empresários aconteceu em Japaratinga, no Hotel Albacora (Foto: Carlos Rosa)

Encontro com prefeitos e empresários aconteceu em Japaratinga, no Hotel Albacora (Foto: Carlos Rosa)

Presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, Fernando Collor (PTB) prometeu se engajar na consolidação de obras estruturantes e fundamentais para o desenvolvimento da atividade turística na região da Costa dos Corais alagoana. Ele participou, como convidado, do 1º Encontro de Prefeitos da Região Norte, realizado na última sexta-feira pela prefeitura de Japaratinga, no Hotel Albacora. O tema central foi a elaboração do plano regional de resíduos sólidos por meio do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Norte de Alagoas (Conorte/AL).

O senador ouviu os pleitos dos empresários do setor hoteleiro e dos prefeitos do Litoral Norte do Estado. Collor se dispôs a colaborar para viabilizar obras de esgotamento sanitário, instalação de um aterro sanitário de uso coletivo e a construção da ponte sobre o Rio Manguaba, que interligaria os municípios de Porto de Pedras a Japaratinga. Esta reivindicação foi feita pelos prefeitos da Barra de Santo Antônio, Rogério Farias (PSD), e de Porto de Pedras, Camila Farias (PSC).

Saneamento

Atualmente, apenas Maragogi possui rede coletora e de tratamento do esgoto em todo o Litoral Norte de Alagoas. Entretanto, o sistema administrado pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) não cobre todo o município, deixando de atender o maior distrito da cidade (São Bento) e bairros periféricos como o Adélia Lira (Grota). O resultado disso é a contaminação das águas que banham as praias urbanas do segundo maior destino turístico do Estado.

Collor declarou em entrevista ao blog que “definitivamente” esgoto na praia não combina com turismo e confessou ter ficado encantado com as belezas naturais da Costa dos Corais ao fazer um sobrevoo na região. “Isso aqui é uma dádiva da natureza, de Deus. Essa paisagem dessa região é belíssima, aqui especificamente nesse pedacinho do céu que é Japaratinga. O prefeito (Newberto Neves) fez muito bem em iniciar os trabalhos com essa questão do tratamento adequado do lixo para que os turistas possam desfrutar disso aqui tranquilamente. E mais, em desfrutando, gerando emprego, gerando renda e desenvolvimento”, afirmou o senador.

Sobre as obras de esgotamento sanitário, ele garantiu que estará lutando para fazer a liberação dos recursos junto ao governo federal, mas fez uma ressalva: a necessidade de se elaborar os projetos executivos.

“Nenhuma obra hoje pode ser aprovada pelo governo federal sem que junto com o pedido para realização dessa determinada obra venha o projeto executivo. Então, o fundamental é isso. Os prefeitos todos estão muito conscientes de que é preciso a elaboração desses projetos técnicos. Tendo o projeto, temos muito mais facilidade de conseguir os recursos para realizar essas obras”, observou.

Collor lembrou ainda que obras de saneamento e esgotamento sanitário estavam em desuso no País, até a retomada feita a partir da segunda metade do primeiro mandado do então presidente Lula (PT).  “O Brasil passou muitos anos sem que obras de saneamento e esgotamento sanitário fossem realizadas, porque não era prioridade. As pessoas que tinham prática nessa área foram se desviando para outras atividades”, recordou.

Mais informações sobre o 1º Encontro de Prefeitos da Região Norte no link:

http://gazetaweb.globo.com/gazetadealagoas/noticia.php?c=220760

Tags:, , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *