O que pode e o que não pode nas piscinas naturais da Costa dos Corais
   Severino  Carvalho  │     19 de março de 2013   │     10:41  │  0

Galés

Vista aérea das piscinas naturais de Maragogi (Foto: Severino Carvalho)

As piscinas naturais são formações recifais localizadas próximas da costa e utilizadas comercialmente por empresas turísticas ou de base comunitária, conforme a vocação local e de conservação do habitat. Em Maragogi as Galés, como são conhecidas as piscinas naturais, formam o principal atrativo turístico do município.

As piscinas naturais estão inseridas dentro da Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais (APACC) e classificadas, conforme o plano de manejo da Unidade de Conservação (UC), como zonas de visitação.

Os empresários que exploram o serviço e os turistas que visitam as áreas regulamentadas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em Maragogi e Paripueira, do lado alagoano, e São José da Coroa Grande (Prainha), em Pernambuco, precisam ficar atentos quanto às normas estabelecidas pelo plano de manejo.

Não é permitido

  • Qualquer atividade que implique na extração dos recursos naturais, tais como pesca.
  • Coleta de organismos para fins ornamentais e artesanato, entre outros.
  • Realizar qualquer atividade de visitação com maré mínima maior ou igual a 0,7.
  • A realização de mais de um passeio diário.
  • Visitação a mais de uma piscina por dia.
  • Ofertar qualquer tipo de alimento e rações para atrair os peixes e outros organismos da fauna local.
  • Molestar qualquer indivíduo da fauna, seja para fins turísticos ou educativos.
  • Realizar serviços de visitação, mergulho e de fotografia subaquática profissional sem a autorização prévia da APACC/ICMBio.
  • Ancorar fora das poitas regulamentadas pela APACC/ICMBio.
  • A permanência das embarcações na zona de uso público no período de maré cheia, observando-se as condições estabelecidas no Termo de Responsabilidade.
  • A comercialização de bebidas e comidas na zona de visitação. Vale lembrar que alimentos e bebidas não alcoólicas poderão ser consumidos somente no interior das embarcações autorizadas pela APACC/ICMBio, preferencialmente durante o retorno da embarcação ao ponto de embarque.
  • Utilizar jet-sky (motonáutica).
  • O uso de aparelhagem de som.
  • Uso de motor de popa tipo rabeta sem a proteção de hélice.

Permitido

  • Pesquisas, quando devidamente autorizadas pela APACC/ICMBio.
  • Atividades de educação ambiental, devidamente autorizado pela APACC/ICMBio.
  • Ancorar nas áreas de fundeio estabelecidas.
  • A exploração dos serviços de visitação, de mergulho e de fotos subaquáticas nas zonas de visitação, desde que devidamente autorizado pela APACC/ICMBio (APACC), conforme as regras de uso.

Confira, abaixo, a tábua das marés no link da Capitania dos Portos e bom passeio:

http://www.mar.mil.br/dhn/chm/tabuas/index.htm

Tags:, , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *