Salinas do Maragogi lidera ocupação entre os resorts brasileiros
   Severino  Carvalho  │     5 de novembro de 2012   │     18:41  │  1

De janeiro até setembro, o índice de ocupação no Salinas Maragogi foi 28% superior ao do mesmo período de 2011 (Foto Carlos Rosa).

O maior grupo hoteleiro de Alagoas, o Salinas, apresentou, no primeiro semestre desde ano, faturamento 23% superior ao do mesmo período do ano passado, com a marca de 52.733 mil hóspedes em seus dois empreendimentos, o Salinas do Maragogi All Inclusive Resort, que comemorou 23 anos em outubro, e o Salinas de Maceió Beach Resort, em operação há quatro anos. Os número foram divulgados pela assessoria de imprensa do grupo hoteleiro.

“O turismo no Estado de Alagoas é um dos setores que mais cresceram nos últimos anos. Graças à oferta de voos regulares, aliado a promoções e extensão dos prazos de parcelamento dos pacotes”, justifica Glênio Cedrim, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-AL) e também diretor comercial do Grupo Salinas.

Referência no turismo nacional, o Salinas do Maragogi All Inclusive Resort está no topo entre os resorts do Brasil, com ocupação de 81% – a maior do País. De janeiro até setembro, o índice foi 28% superior ao do mesmo período de 2011. No Salinas de Maceió Beach Resort, a ocupação média é de 67%, com crescimento de 18%.

“Alguns atrativos exclusivos dos nossos resorts também despertam a atenção especialmente de famílias, como o sistema de seis refeições do Salinas de Maceió Beach Resort e o modelo de all inclusive mantido pelo Salinas do Maragogi”, justifica Cedrim.

Novos espaços 

Salinas do Maragogi foi pioneiro no País na implantação do serviço all inclusive

Os resultados positivos justificam a expectativa de um ano promissor, embalado por novos projetos, que se estendem até 2014. Em novembro, o Salinas do Maragogi terá um novo espaço de relaxamento e bem-estar – o Spa Vida Mar (que já tem uma unidade em funcionamento no Salinas de Maceió).

As atividades foram desenvolvidas e serão deliberadas pela terapeuta transpessoal Rosiane Venâncio. A executiva que prestou consultoria no Spa de Maceió, agora é nova sócia do negócio no Spa Vida Mar de Maragogi.

Para o Salinas de Maceió, há um projeto para incrementar a estrutura de lazer. “Estamos com 100% dos nossos investimentos focados na melhoria da satisfação dos hóspedes e no impulso à imagem positiva do Salinas por meio de estratégias de marketing, especialmente via redes sociais”, completa Cedrim.

O ano deve terminar com média superior a 80%, maior do que a de 2011, no Salinas do Maragogi. Já o Salinas de Maceio está com 82% para os dois feriadões de novembro. A previsão para as férias é de 90%.

Com dois resorts, o Grupo Salinas é o maior grupo hoteleiro do estado de Alagoas, além de um dos principais empreendedores do setor turístico do Nordeste. Formou-se em 1989 atento ao potencial econômico e social da costa alagoana.

O primeiro empreendimento – o Salinas do Maragogi – surgiu em 1990 e foi pioneiro no país na implantação do serviço all inclusive. Em setembro de 2008, foi inaugurado o segundo hotel do grupo, o Salinas de Maceió Beach Resort.

Tags:

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Jaqueline

    Olá,

    Sou aluna do curso de Turismo e Hotelaria da Univali – Balneário Camboriú, SC. E gostaria de pedir para que respondam este formulário que foi elaborado com o intuito na obtenção da análise de viabilidade para implementação de um Eco Resort no município de Bombinhas (SC).
    Site: https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dHBvUy1zTDY4VlJFMzQzSWpZS1FoUUE6MQ#gid=0
    Se possível, passe para seus contatos, que tenham interesse em eco-Resorts, ajudará muito no nosso projeto.

    Att,
    Jaqueline Maria Costa.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *