Gastronomia, um ingrediente essencial
   Severino  Carvalho  │     8 de agosto de 2012   │     14:36  │  1

A Secretaria Municipal de Turismo e o Sebrae/AL dão início, nesta quinta-feira (9), à segunda etapa do projeto “Gastronomia, um Ingrediente Essencial para o Turismo de Maragogi”. A palestra de abertura acontece a partir das 18 horas no auditório da Secretaria Municipal de Educação.

O projeto, cuja primeira etapa foi lançada em maio, tem como objetivo aprimorar o serviço de alimentação fora do lar em Maragogi, tornando a gastronomia em mais um chamariz turístico do segundo maior pólo hoteleiro do Estado.

Dono de belezas mil, Maragogi também quer atrair o turista pela gastronomia

“A intenção da Secretaria de Turismo é de capacitar o segmento de alimentação fora do lar para que nossa gastronomia se transforme em atrativo turístico. Não adianta o turista chegar aqui e não ser atendido bem ou pagar caro, por exemplo”, observou a secretária de Turismo de Maragogi, Mariana Gorensthein.

O Sebrae realizou um mapeamento do setor gastronômico de Maragogi e identificou 38 estabelecimentos, entre bares e restaurantes, convidados a participar do projeto. Serão ofertados, gratuitamente, cursos de atendimento ao cliente, formação de preço e análise, planejamento financeiro e boas práticas na cozinha, por meio de uma parceria com a Vigilância Sanitária.

Além disso, a prefeitura e o Sebrae vão arcar com 80% dos custos com as consultorias individuais que podem ser contratadas pelos empresários. Estes participam com contrapartida de apenas 20%. Outras informações pode ser conseguidas por meio dos telefones: (82) 9947-2654 e 9131-3408.

 

Tags:

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Plinio Guimarães

    Severino, parabéns pelo tema! A gastronomia em todo o mundo é um dos atrativos turísticos mais importantes. Em Maragogi poderia não ser diferente. No entanto, de forma predatória, na capital da Costa Dourada foca-se apenas na exploração turística dos atrativos naturais, principalmente das piscinas naturais, resultando em demandas excessivas e impactos socioambientais diversos, colocando-se em risco a sustentabilidade da atividade turística. Essa iniciativa do Sebrae e da Prefeitura de Maragogi é muito importante, pois, sendo bem implementada, pode trazer um novo alento ao tão desejado (e porque não dizer utópico) desenvolvimento turístico sustentável. Como nos encontramos em final de mandato, seria muito bom que o futuro gestor desse continuidade a iniciativa.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *